skip to Main Content

Afilamento condral no quadril: o que é e como tratá-lo

Afilamento condral no quadril é um termo muito utilizado em laudos de ressonância magnética do quadril.

O que é afilamento condral?

Um termo muito utilizado em laudos de ressonância magnética do quadril, é “afilamento condral no quadril”. Esse termo pode gerar dúvidas e até mesmo receio em pacientes que leem o laudo antes da consulta médica.

Então neste texto vamos explicar um pouco sobre esse assunto.

Exemplo de laudo de Ressonância Magnética de quadril | Dr.
Exemplo de laudo de Ressonância Magnética de quadril, descrevendo o afilamento condral

A palavra condral diz respeito à cartilagem do quadril, que reveste tanto a cabeça do fêmur quanto o acetábulo, cavidade da bacia onde a cabeça femoral está encaixada.

Já o termo afilamento, significa perda de espessura, ou seja, significa que algo ficou mais fino.

Dessa forma, afilamento condral significa que a camada de cartilagem do quadril ficou mais fina. Isso ocorre por conta do desgaste natural da cartilagem, assim como um pneu de carro se desgasta ao longo do tempo com o uso.

Afilamento condral na cabeça do fêmur e no acetábulo | Dr. Felipe Bessa
A figura da esquerda ilustra um quadril normal, com a cartilagem que reveste tanto o acetábulo quanto a cabeça do fêmur com uma boa espessura. Já a imagem da direita mostra um quadril com afilamento condral na cabeça do fêmur e no acetábulo.

O nome da doença representada pelo afilamento condral é artrose do quadril, que boa parte das pessoas vai apresentar em algum momento da vida, porém em graus leves, sem necessidade de cirurgia.

Quais os sintomas de quem apresenta afilamento condral no quadril?

O principal sintoma apresentado pelos pacientes portadores de afilamento condral no quadril é a dor, que na maioria das vezes ocorre na parte interna/profunda da virilha. Foi provavelmente esse sintoma que fez o paciente procurar o médico.

Sintomas menos comuns são:

  • Restrição do movimento do quadril
  • Dificuldade para andar
  • Estalos
  • Limitação para atividades físicas

Quais exames detectam afilamento condral no quadril?

O principal exame que faz o diagnóstico de afilamento condral no quadril é a Ressonância Magnética. O laudo geralmente utiliza os seguintes termos para descrever tal lesão:

  • Afilamento condral
  • Afilamento do revestimento condral
  • Afilamento irregular do revestimento condral
  • Afilamento condral irregular difuso
  • Irregularidades condrais
  • Alterações degenerativas femoroacetabulares
Afilamento condral no quadril | Dr. Felipe Bessa
As imagens de ressonância de cima mostram um revestimento condral com espessura normal, evidenciado pela marcação em verde. As figuras de baixo mostram um afilamento condral no quadril, evidenciado pela marcação em vermelho, mais fina que a verde.

Além da ressonância magnética, outros exames que detectam a perda de espessura na cartilagem do quadril são o RX e a Tomografia Computadorizada.

O RX detecta apenas alterações mais avançadas, enquanto a tomografia é raramente solicitada, devido à radiação e limitações do exame para detectar outras lesões.

Afilamento da cartilagem de revestimento | Dr. Felipe Bessa
O primeiro RX mostra um quadril com espaço articular normal entre a cabeça do fêmur e o acetábulo. O segundo RX evidencia uma redução do espaço articular, causado pelo afilamento da cartilagem de revestimento.

Como é o seu tratamento?

O tratamento inicial é com medidas conservadoras, que incluem:

  • Medicações analgésicas e anti-inflamatórias
  • Condroprotetores: os principais são glicosamina e condroitina, colágenos hidrolisado e não-hidrolisado, e a diacereína. Existem poucas evidências do real benefício dessas medicações, e portanto o paciente deve ser alertado sobre isso, antes de criar muita expectativa sobre elas
  • Fisioterapia: feita para analgesia e desinflamação do quadril, ganho de mobilidade, fortalecimento e melhora do padrão de marcha
  • Uso de apoios de marcha como muletas ou bengalas

Tratamento afilamento do revestimento condral do quadril | Dr. Felipe Bessa

No caso de o paciente persistir com os sintomas após um período de tratamento conservador, podem ser programadas infiltrações dentro da articulação do quadril, contendo:

  • Analgésicos e corticóides, este último com ação anti-inflamatória
  • Ácido hialurônico: substância que lubrifica o quadril
Ácidos hialurônicos utilizados para infiltração no quadril
Imagem de um dos ácidos hialurônicos utilizados para infiltração no quadril, procedimento ilustrado na segunda imagem.

Mais recentemente, foram desenvolvidas terapias biológicas, que são substâncias obtidas do próprio paciente, que são preparadas em dispositivos específicos, e o produto final é injetado na articulação. As principais são:

  • Plasma rico em plaquetas (PRP): obtido do sangue do paciente, o PRP tem uma elevada concentração de plaquetas, que liberam citocinas e fatores de crescimento, que ajudam a desinflamar a articulação e a melhorar a qualidade da cartilagem.
  • Aspirado de medula óssea (BMAC): além das características acima, o aspirado de medula óssea contém células mesenquimais, que podem se transformar em condrócitos, que são as células que produzem cartilagem, auxiliando ainda mais no processo de recuperação do revestimento condral do quadril. Ele é realizado com aspiração do osso da bacia. O preparo do PRP e do BMAC é feito em uma centrífuga.
  • Aspirado de gordura abdominal: tem as mesmas propriedades do BMAC, mas tem uma concentração maior de células mesenquimais. Ele é preparado com um kit específico para tal procedimento, chamado de Lipogems®.
Centrífuga utilizada para preparo tanto do PRP quanto do BMAC | Dr. Felipe Bessa
Centrífuga utilizada para preparo tanto do PRP quanto do BMAC, e foto ilustrativa do kit de Lipogems, para preparo de aspirado de gordura abdominal.

A infiltração com ácido hialurônico e/ou PRP pode ser realizada no consultório médico, guiada por ultrassom, ou em Centro Cirúrgico, guiada por ultrassom ou radioscopia.

Já a infiltração com BMAC ou aspirado de gordura abdominal deve ser realizada em Centro Cirúrgico, com o paciente sob sedação, para maior conforto durante o procedimento.

É importante ressaltar que o revestimento condral tem baixo potencial de regeneração. Dessa forma, mesmo com a realização desses procedimentos, a cartilagem afilada nunca voltará a ser perfeitamente normal. Quanto maior o grau de desgaste da cartilagem, menor é a chance de procedimentos menos invasivos resolverem o problema.

Nos casos em que esses procedimentos não forem eficientes ou nos casos avançados de afilamento condral (artrose avançada), o tratamento é cirúrgico, com a realização da artroplastia total de quadril, cirurgia feita com a prótese, que substitui a articulação original por uma articulação artificial.

A prótese de quadril devolve a mobilidade e melhora a dor do quadril, além de restaurar a função de caminhar e até mesmo de praticar atividades físicas.

Afilamento condral no quadril | Dr. Felipe Bessa
RX de prótese de quadril e imagem ilustrativa da prótese.

O texto Artroplastia de Quadril aborda em detalhes essa cirurgia.

Todo tratamento deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um especialista em quadril.

Referências
Sociedade Brasileira de Quadril
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
OrthoInfo

FAQ

1. O que significa irregularidades condrais?

Irregularidades condrais, significa que a cartilagem que reveste a articulação em questão, que deveria ter sua superfície perfeitamente lisa e regular, entrou em um processo de desgaste, fazendo com que sua superfície fique irregular, podendo causar dor no paciente.

2. O que é revestimento condral?

Revestimento condral é a camada de cartilagem que reveste os ossos de uma articulação. No quadril por exemplo, é a cartilagem que reveste a cabeça do fêmur, e o acetábulo, cavidade da bacia com a qual a cabeça do fêmur se articula.

3. O que causa afilamento condral no quadril?

Afilamento condral é um desgaste da cartilagem do quadril. Isso pode ser causado pelo “envelhecimento” natural da articulação, assim como um pneu gasta com o tempo. Entretanto, algumas situações causam um desgaste mais acentuado, como atividades de alto impacto e com altas cargas, deformidades no quadril e algumas doenças específicas dessa articulação, principalmente as que se desenvolvem na infância e adolescência.

4. Como tratar afilamento condral?

O afilamento condral pode ser tratado com medicações e Fisioterapia. Caso não seja eficiente, podem ser feitas infiltrações no quadril, com ácido hialurônico. Já casos avançados necessitam de cirurgia com a prótese de quadril.

Back To Top