Skip to content

Tendinite Calcárea no Quadril: O que é e como tratar

A tendinite calcárea do quadril é uma condição ortopédica caracterizada pelo depósito de cristais de cálcio no tendão do glúteo médio, levando a dor e limitação de movimento. Esse artigo fornece uma visão detalhada sobre suas causas, sintomas, diagnóstico e tratamentos, guiadas por um especialista em ortopedia do quadril.

Introdução

A tendinite calcárea do quadril é uma condição ortopédica que envolve o depósito de cálcio no tendão do glúteo médio, causando dor e desconforto no paciente afetado. No entanto, você não precisa viver com estes sintomas já que este problema é totalmente tratável. Neste artigo, você descobrirá mais sobre o que é a tendinite calcárea, como é feito o diagnóstico da condição e as diversas opções de tratamento, que vão desde medidas conservadoras, como medicações e fisioterapia, até infiltração e cirurgia. Saiba mais! Tendinite Calcárea do Quadril - Dr. Felipe Bessa  

O que é a tendinite calcárea?

A tendinite calcárea, também chamada de tendinite calcificada, é uma inflamação no tendão secundária a depósitos de cálcio no tendão afetado. Neste caso, o material depositado é de cristais de hidroxiapatita de cálcio. A causa desses depósitos é na grande maioria das vezes desconhecida, mas em alguns casos pode estar relacionada a doenças renais.

Onde ocorre a tendinite calcárea?

O local mais comum da ocorrência de tendinite calcárea é no ombro, mais especificamente nos tendões do manguito rotador. O segundo local mais comum é no quadril, mais especificamente no tendão do glúteo médio. A tendinite calcárea no quadril, no entanto, é rara e muito menos frequente do que a tendinite de glúteo médio não relacionada a depósitos de cálcio.

Quais os sintomas da tendinite calcárea no quadril?

O principal sintoma da tendinite calcárea do glúteo médio é dor na região lateral do quadril (parte de fora), local onde está o tendão do glúteo médio. A dor costuma iniciar de leve intensidade e piora lentamente com o tempo, principalmente ao andar, fazer atividades físicas ou mesmo tocar a região. Isso porque este sintoma resulta da inflamação secundária ao insulto mecânico dos depósitos de cálcio. Em fases mais agudas, as dores causadas pela tendinite calcárea no quadril impedem que os pacientes realizem atividades físicas ou mesmo atividades básicas do dia a dia.

Entretanto, além da dor, outros sintomas relacionados à tendinite calcárea no quadril são:

  • Estalos na região lateral do quadril;
  • Perda de mobilidade no quadril;
  • Inchaço local;
  • Perda de força no quadril.

Como se faz o diagnóstico da tendinite calcárea do glúteo médio?

Assim como qualquer outra condição do quadril, o diagnóstico da tendinite calcárea do glúteo médio requer uma consulta detalhada e um exame físico minucioso, fatores essenciais para o entendimento do quadro clínico do paciente. Mas a confirmação do diagnóstico é feita com exames de imagem, podendo ser eles:

  • Raio-X: O exame mostra a parte óssea do quadril, no entanto, o raio X evidencia apenas casos com calcificações mais “maduras” e com um tamanho considerável.
Tendinite Calcárea no Quadril - Dr. Felipe Bessa
Depósito de cálcio lateral ao trocanter maior, local de inserção do tendão glúteo médio, acometido por tendinite calcárea (seta vermelha)
  • Ultrassom: Este exame tem uma capacidade maior de visualizar os depósitos de cálcio quando comparado ao RX;
  • Ressonância Magnética: É o exame que vê em mais detalhes não só a tendinite calcificada, mas também todas as outras estruturas do quadril. Sendo assim, é possível medir o tamanho da calcificação e visualizar em detalhes sua localização.

 

Inflamação no Tendão do Glúteo Médio - Dr. Felipe Bessa
Ressonância Magnética de quadril, apontando depósitos de cálcio e importante inflamação no tendão do glúteo médio.

 

Como é o tratamento da tendinite calcárea no quadril?

O tratamento da tendinite calcificada de quadril dependerá de cada quadro. Mas, a grande maioria dos pacientes apresenta resposta positiva somente com medidas conservadoras, tais como:

  • Medicações analgésicas e anti-inflamatórias;
  • Compressas locais;
  • Fisioterapia;
  • Repouso de atividades físicas.

 

Quando é indicada a infiltração para a tendinite calcárea no glúteo médio?

Prescreve-se infiltrações com analgésicos e anti-inflamatórios locais no caso de dor e limitações persistentes. Além disso, realiza-se a infiltração no consultório médico, com pouco ou nenhum desconforto para o paciente.

Infiltração sendo realizada para analgesia de tendinite calcárea no glúteo médio. - Dr. Felipe Bessa
Infiltração sendo realizada para analgesia de tendinite calcárea no glúteo médio.

Entretanto, se não houver melhora dos sintomas, as infiltrações repetidas não são recomendadas, devido ao risco de lesão do tendão.

Como a terapia por ondas de choque pode ajudar na tendinite calcárea?

A terapia por ondas de choque é outra modalidade de tratamento que ajuda nos casos refratários da tendinite calcárea no glúteo médio, feita com um aparelho que emite ondas que pode ajudar na reabsorção do depósito de cálcio no tendão.

Inflamação no Tendão do Glúteo Médio - Dr. Felipe Bessa
Aparelho de terapia por ondas de choque, utilizado em casos de tendinite calcárea refratária.

 

Quando ocorre a indicação cirúrgica para a tendinite calcárea do quadril?

A cirurgia para a tendinite calcárea ocorre em casos de falha da terapia por ondas de choque ou das infiltrações. No caso de grandes calcificações, também se recomenda o tratamento cirúrgico. Pode-se fazer a cirurgia através da técnica aberta ou de artroscopia, que é um procedimento minimamente invasivo, feito com o auxílio de uma câmera, a depender do tamanho e localização da lesão.

É importante ressaltar que o melhor tratamento para a tendinite calcárea do quadril dependerá de cada caso em particular, das limitações do paciente, além da avaliação do médico responsável. É indispensável que o paciente tenha o acompanhamento de um ortopedista especialista em quadril durante todo o processo, já que a condição é gerenciável e não é necessário que o acometido viva com dores e limitações.
O Dr. Felipe Spinelli Bessa é um ortopedista especialista em Cirurgia do Quadril. Com as melhores especializações e sendo membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e Sociedade Brasileira de Quadril (SBQ), ele é referência no tratamento da tendinite calcárea do quadril e outras condições ortopédicas.

Entre em contato e agende uma avaliação inicial com o Dr. Felipe Bessa

Referências Sociedade Brasileira de Quadril OrthoInfo Mayo Clinic Pubmed

FAQ

Como desinflamar a tendinite do quadril?
O tratamento de tendinite no quadril se inicia com uso de medicações analgésicas e anti-inflamatórias, compressas locais e fisioterapia. No caso de persistência, podem ser feitas infiltrações com corticoides ou terapias biológicas, além da realização de terapia por ondas de choque.
Qual o tratamento para calcificação no quadril?
No caso de uma tendinite calcárea, o tratamento é similar à tendinite convencional, com analgésicos, compressas, fisioterapia e infiltrações. Casos com grandes calcificações podem necessitar de ressecção cirúrgica. Trata-se quadros de calcificação do reto femoral, por lesão tendínea no passado, com fisioterapia, e cirurgia apenas em casos refratários. Ademais, casos de ossificação heterotópica ao redor do quadril, cursando com grande perda de mobilidade, também podem necessitar de cirurgia, dependendo da gravidade do caso.
Qual o melhor tratamento para tendinite calcárea?
Depende de cada paciente. O tratamento conservador é feito com fisioterapia, associada ao uso de anti-inflamatórios e analgésicos. Além disso, as atividades que desencadeiam dor devem ser cessadas na fase inicial do tratamento. Caso a dor persista, pode ser feita infiltração local com analgésicos e corticoides. Se o paciente se mantiver com dor, a terapia por ondas de choque é uma opção terapêutica, mas casos com grandes depósitos de cálcio podem necessitar de cirurgia.
Back To Top